sexta-feira, 30 de março de 2012

Olhando para Jesus, autor e consumador da fé !

Olá prezado(a) internauta , querido irmão(a) , amigos "seguidores" , virtuais  , de perto ou de longe, primariamente venho com pedidos de perdão, por não está assíduo com este pequeno espaço, devido a tantos compromissos , sejam eles acadêmicos, eclesiásticos e também para com meu ministério ao qual o Senhor me concedeu, entretanto uma data como esta não poderia eu deixar passar em branco, haja vista á mesma ser marcante em minha vida em vários sentidos. 


Ora hoje 30 de Março de 2012 , é meu aniversário, maravilho-me no Senhor e o tenho feito sempre todos os anos, mas como dito, é uma data memorável não apenas por completar mais um ano de vida, mas sim porque nesta data,  fui agraciado pelo Senhor com a tão grandiosa salvação, no dia em que entrava para mais uma fase da vida, chamada adolescência , aprouve o Senhor Jesus me alcançar com a tão grandiosa salvação,  e de todos os presentes mais valiosos do mundo que alguém poderia me entregar, não trocaria pelo que recebi do Senhor. Nesta data foi quando ganhei minha primeira Bíblia, festejei muito, de todos os presentes que tinha recebido, ganhar a Bíblia em pleno meu aniversario foi marcante , hoje quando olho para este dia e para os anos que já passaram, posso dizer valeu e vale muito a pena servir ao Senhor Jesus Cristo, fazer a sua obra, pregar a sua palavra e vive-lá. Nestes pequenos anos de caminhada Cristã, tenho aprendido muito da parte do Senhor,  através de sua Palavra, assim como também dos seus santos servos, ao decorrer destes anos tenho vivido experiencias marcantes, extraordinárias   e posso assim dizer testemunhando da fidelidade do Senhor Jesus.


Fui chamado com meus 16 anos de idade para obra do Senhor,  tive grandes experiências com Deus logo no inicio da minha chamada e de minha conversão. Lembro-me que ao entregar a vida a Cristo, conheci alguns obreiros na escola onde fui salvo por DEUS, Jovens assembleianos que pregavam a Palavra de Deus naquele lugar, cujo fizemos uma grande obra posteriormente eu me uni aquele jovem grupo. Ao qual evangelizamos uma escola no centro da cidade por 2 anos, ganhamos almas e hoje os frutos apareceram, alguns são lideres de grupos de mocidades em suas igrejas. Houve inúmeras maravilhas pelo SENHOR.  Experiências com Deus com o Batismo com Espírito Santo vieram após duas semanas , quando fui informado que o Irmão Julio César tinha recebido do Senhor, e o onde eu fui impactado foi em uma tarde de oração junto com os obreiros amigos e a Missionária Darcy que muito ajudou no inicio da minha caminhada. As oportunidades vieram com meus 17 anos , convites para levar uma Palavra em varias igrejas no bairro onde moro até hoje. E desde o primeiro convite para ministrar na Assembleia de Deus , até hoje não tenho parado, e a obra do Senhor tem a cada momento sido manifestada em seu total poder. Sempre levando um ministério de santidade verdade e compromisso com a Palavra de Deus.  Em breve começo a criar uma Biografia do meu pequeno ministério com Deus, sempre digo eu sou o menor..de todos sempre em termos de estatura e na pessoa que sou , servo . 


Somente tenho á agradecer á Deus por mais um ano em sua presença, á minha querida família , em especial minha querida Mãe, amiga-conselheira , aos meus amigos de perto,longe, virtuais, aos obreiros amigos de ministério, aos meus pastores queridos com quem também tenho aprendido da parte do Senhor.


Que Deus em Cristo abençoe á todos aqueles que já me desejaram as respectiva felicitações, os cumprimentos , e pelo carinho de lembrar deste jovem e pequeno pregoeiro da Palavra do Senhor. Sou grato pela vida de cada um de vocês.  


E com base neste texto da Palavra de Deus sigo minha chamada !!! 


Olhando para Jesus, autor e consumador da fé ( Hebreus 12.2a)

Deus em Cristo abençoe sua vida. 

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

"Algumas considerações sobre o pastor Silas Malafaia"



Respeito o pastor Silas Malafaia. Gosto de suas argumentações sobre a defesa da vida e dos valores morais esposados na Palavra de Deus. Considero Malafaia uma pessoa preparada para representar os evangélicos em audiências públicas a respeito do PLC 122, do aborto, etc. Tenho também amigos na igreja pastoreada por ele: a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, na Penha-RJ.

Foi por isso que sempre evitei citar o nome de Malafaia, neste blog. Mas tenho uma palavra para ele e acredito que não ficará indignado contra mim, haja vista ser a minha mensagem bíblica e respeitosa.


Recentemente, Silas Malafaia concedeu uma entrevista à revista Igreja (novembro de 2011) e deu uma resposta que o tornou repreensível, à luz da Palavra de Deus. Peço a todos que admiram esse renomado pastor que não vejam este artigo como um ataque pessoal. Atentem para as referências bíblicas que vou citar e as considerem como palavras inspiradas do Senhor que se aplicam a todos que o servem.


“O senhor está sendo duramente criticado pelo setor mais conservador da igreja por causa da teologia da prosperidade pregada por alguns convidados de seu programa, como Morris Cerrullo e Mike Murdock. Como o senhor responde a estas criticas de que a teologia da prosperidade não tem base bíblica e é uma heresia?” — perguntou o entrevistador, da revista Igreja.


Antes de discorrer sobre a resposta de Malafaia, é importante corrigir duas coisas na pergunta acima. Primeira: não é somente o setor mais conservador da igreja que critica Malafaia por causa da teologia da prosperidade. Não se trata de extremistas combatendo extremistas. Na verdade, todos os cristãos equilibrados, que têm a Bíblia como a sua fonte primária de autoridade, são contrários à falaciosa teologia da prosperidade. Outra correção: tal heresia não tem sido pregada apenas por Morris Cerrulo e Mike Murdock. O próprio entrevistado é um dos seus propagadores.


Vamos à resposta do pastor Malafaia: “Primeiro quem fala isto é um idiota! Desculpe a expressão, mas comigo não tem colher de chá! Por que quando é membro eu quebro um galho, mas pastor não: é um idiota. Deveria até mesmo entregar a credencial e voltar a ser membro e aprender. Para começar não sabe nada de teologia, muito menos de prosperidade. Existe uma confusão e um radicalismo, e todo radicalismo não presta”.


Quem acompanha as mensagens de Silas Malafaia, sabe que ele tem estilo próprio. Ele não escolhe muito as palavras. Mas tudo tem limite. Aliás, nosso limite está na Palavra de Deus. E o que está escrito em 1 Pedro 3.15? “Antes santificai a Cristo, como Senhor, em vossos corações; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a qualquer que vos pedir a razão da esperança que há em vós”.


Eu não sou perfeito. Silas Malafaia não é perfeito. Nenhum de nós é perfeito. Mas somos todos servos do Senhor. Qual é a recomendação do Senhor aos seus servos, em sua Palavra? Em 2 Timóteo 2.24,25 está escrito: “E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem”.


Que mansidão e temor vemos em xingamentos a pastores? Alguém dirá: “O Silas é assim mesmo. É o jeito dele. Eu o conheço há muito tempo”. Reconheço que cada um tem uma personalidade. Mas, para que existe o fruto do Espírito? Para moldar o nosso caráter e mudar o nosso interior, a fim de que sejamos astros nesse mundo tenebroso (Mt 5.13-16; Fp 2.14,15) e demonstremos a todos que temos amor, humildade, verdade, alegria, paz, longanimidade, justiça, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio, etc. (Gl 5.22; Ef 5.9; 1 Pe 5.5).


“Há casos em que é preciso botar pra quebrar. Não dou colher de chá para pastores” — Malafaia poderá argumentar. Concordo, em parte. Jesus, o nosso paradigma (1 Jo 2.6; 1 Co 11.1; 1 Pe 2.21), realmente foi firme, quando necessário. Chamou os fariseus de hipócritas e condutores cegos (Mt 23) e Herodes de raposa (Lc 13.32), bem como verberou contra os maus pastores de algumas igrejas da Ásia (Ap 2-3). Entretanto, Malafaia precisa reconhecer — não para concordar comigo — que a sua crítica e o seu xingamento aos oponentes da teologia da prosperidade têm sido generalizantes.


Muitos homens de Deus respeitadíssimos se opõem à teologia da prosperidade e ao pensamento mercantilista de Mike Murdock e Morris Cerullo. São todos eles idiotas que precisam entregar a credencial? O próprio Silas Malafaia, durante muitos anos, foi um ferrenho oponente da teologia da prosperidade. Há, inclusive, vídeos no YouTube que apresentam sua verberação contra essa heresia. Mas ele não entregou a sua credencial de pastor nem voltou a ser membro para aprender. Pelo que tudo indica, a sua mudança de crítico da aludida heresia para propagador dela ocorreu por influência do telemilionário Murdock e outros.


Concordo que todo o extremismo é perigoso, como disse Silas. Não é porque sou contrário à teologia da prosperidade que serei, por causa disso, favorável à teologia da miséria. Afinal, a Bíblia diz que devemos nos contentar com o que temos, e não nos conformar com o que temos (Fp 4.11-13; 1 Tm 6.8-10). Conformar-se é uma coisa. Contentar-se, outra. Posso estar contente com um carro velho, pois o contentamento vem do Senhor. Mas não preciso me conformar com isso, pois Deus pode me dar um carro melhor.


Por outro lado, é evidente que a teologia da prosperidade é uma aberração, à luz da Bíblia. Por quê? Porque ela é reducionista e prioriza a prosperidade material. Ela faz com que toda a mensagem da Bíblia gire em torno de conquista de dinheiro, bens, riquezas. E induz o crente a supervalorizar as coisas desta vida terrena e passageira, em detrimento das “coisas que são de cima” (Cl 3.1,2; 1 Co 15.57).


Sinceramente, penso que o pastor Silas Malafaia é um grande comunicador, uma pessoa muito influente. Gostaria muito que ele fosse mais equilibrado, coerente e adotasse uma conduta em tudo pautada nas Escrituras. Lamento — lamento muito mesmo — por ele ter abraçado a teologia da prosperidade e por usar impropérios contra quem se lhe opõe. Se usasse os dons que Deus lhe deu e o seu carisma para pregar o Evangelho de maneira contundente, com verdade (Jr 23.28), seria muito mais respeitado por cristãos e não-cristãos.


Com temor e tremor,


Ciro Sanches Zibordi. 



(Fonte: Blog do Ciro )

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Falaciosa teologia da confissão positiva !


A mensagem que é transmitida através dessa teologia, tem como centro, sempre o bem estar do ser humano, sua saúde e suas finanças em vez de focar na salvação, pregação de arrependimento, sendo que basear-se somente no antropocentrismo é um grande desvio do verdadeiro evangelho. Esta falaciosa teologia, que em dias atuais tem ganhado muita força, inclusive sendo pregada constantemente por uns teleenganadores e propagadores da mesma, sendo os mesmos de nome e renome, incrível até mesmo por Assembleianos de berço.
Este movimento que está impregnado no seio de algumas igrejas, enfatiza sempre o poder que o crente pode adquiri tudo que ele quer, fazendo uso da confissão positiva ou "movimento da fé" como é conhecida de alguns movimentos neo-pentecostais e pseudo-pentecostal. Esta falaciosa teologia tem origem que está no ocultismo e conta com propagadores famosos, que difundiram-na no decorrer dos tempos, como Kenyon, Kenneth Hagin, Kenneth Copeland , Don Gossett , Charles Capps entre outros da falaciosa teologia "do tudo eu posso apenas com a confissão positiva".


Kenneth Hagin o propagador da falaciosa teologia, inspirou-se nos ensinamentos de Kenyon lançando-os em seminários e em seus escritos ao qual sua enfase sempre fora em á palavra da fé, o confessar por fé e grandes realizações de promessas voltadas para finanças e saúde. O mesmo chegou a fundar o centro Rhema, ao qual segundo Soares 2006 "mais de 10.000 estudantes já havia se formado" E infelizmente vemos muitos "pastores" trazendo as influencias de Hagin para seminarios, escolas entre outros meios de exposição da Palavra.

Hagin se baseia nas divisão das palavras gregas "rhemã" (palavra , coisa) e "logos" ( palavra, discurso, razão,pregação) e em momentos atuais os seguidores de seu herege ensino, afimar que a palavra rhemã é a Palavra de Deus, revelada ou inspirada a pessoa em qualquer época, ao qual o crente pode proferir qualquer palavra com fé que se aplique a sua necessidade como uma casa nova, carro novo, conta bancaria triplicada que vai se cumprir segundo essa herege teoria. Esses adeptos acreditam que a Palavra de Deus é não erra, é eficaz, mas ao mesmo tempo dizem que não é unica, segundo eles o crente que tem a "rhemã" está no mesmo nivel das Escrituras, podendo declarar e acontecer, fazer confissões de fé e alcançará saúde paz e prosperidade. Entretanto essa teoria herege não resiste a uma verdadeira exegese, pois Hagin inventou a distinção das palavras. Em resumo ao analisar Lc 9.44 percebe-se que o primeiro termo para palavra é logos e os demais são rhemã, esses vocabulos como logos aparece 330 vezes no texto grego do novo testamento e rhema cerca de 68 vezes, sempre coincidindo uma com a outra , ambos os termos são usados para identificar as Sagradas Escrituras e em nenhum momento vemos a divisão herege como fez Hagin.

Hoje percebe-se um evangelho do que eu falo acontece, e geralmente não é voltado para a salvação do Cristão, apenas para satisfazer seu ego, tornando o culto em antropocêntrico (homem no centro de tudo) onde é ensinado que o homem vive bem todos os dias, tribulações e provação isto não existe em suas exposições antropocêntricas, tudo é em volto da necessidade humana, em novas aquisições de grandes carros do ano, grandes mansões e até mesmo jatinhos particulares ao qual tem se evidenciado em meio aos teleenganadores. Pregar que Cristo veio para salvar o que estava perdido (Lc 19.10) isto ficou-se escasso em vários cultos , falar de Jesus Cristo que nada !! o bom é pregar sobre as $emente$. Ao fala de Jesus Sabemos que o ministério do Senhor Jesus era tríplice , Ele ensinava na sinagoga , pregava o evangelho e curava (Mt 4.23 ; 9.35) , a maior parte do ministério do Senhor Jesus deu-se a pregação e o ensino da Palavra de Deus , a prioridade sempre foi a Palavra de Deus, e em nossos cultos amado(a) leitor(a) qual a prioridade ? cantorias intermináveis cheias de bordões antropocêntricos , humanistas ou a Palavra de Deus que é viva e eficaz (Hb 4.12) ?

Portanto , que possamos fugir das confissões positivas, das teorias humanistas, que nos afastam do verdadeira evangelho , e que chega a corromper vidas afastando-as da genuína fé e verdadeira pregação, que possamos assim como Jesus dizer a cada dia, "E ele lhes disse: Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu." (Lucas 11:2) como o Apostolo Paulo "Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém."(Romanos 11:36)



Quantos podem dizer um AMÉM ??





sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Sexta feira 13- Forte !

Prezado internauta, ledor deste pequeno humilde blog, antes de qualquer argumentação , tenha certeza de não tenha cruzado com nenhum gato preto, muito menos quebrado algum espelho e não ter passado por debaixo das escadas ! Ora, afinal de contas hoje é Sexta Feira 13 , o que tem demais isto ? Para os Zé superstições e as Marias crendices é um prato cheio para correrem para o Joanelpentecostal buscar refugio, afinal de contas existe uma reunião "forte" as sextas feiras e nesta ele estará com um galho de arruda na orelha, todo de branco e ungindo todos que cruzaram com gatos pretos, quebraram espelhos e entre outros. Não se assustem também não vai pregar o seu melhor "sermão" sobre a unção das $emente$. 


Todavia o Joanelpentecostal estará fazendo as pessoas que foram vitimas da Sexta Feira 13, caírem no espirito , rastejando, uivando igual cachorro e engatinharem com a "unção do leão" e no final da "reunião da Sexta Feira "FORTE" estará profetizando uma BMW ops ! uma benção do Senhor, pois Jesus Cristo não foi pobre, segundo Joanelpentecostal Jesus montou em jumento, ao qual fosse em dias atuais seria uma de BMW !

E se alguém refutar os seus ensinos, ele vai amaldiçoar tudo que for da Sexta Feita 13, pedir que abra um buraco na terra e sugue todos que são contra seu "lindo ministério", o mesmo já amaldiçoo varias vezes o Msc Pedrologo, pois o estimado Mestre sempre refuta seus ensinamentos a luz da Bíblia trazendo um Evangelho puro e simples que não precisa de nenhuma "reunião forte" muito menos de novas "unções" e terapias financeiras , quanto lá emocionais, Msc Pedrologo acredita que a Palavra de Deus é viva e eficaz (Hb 4.12) que não pode ser anulada (Jo 10.35) que a Palavra permanece para sempre (I Pe 1.25 ; Mt 24.25).
Falando um pouco sobre o número 13 , para alguns é como bom agouro e para outros infortúnio é para para o Cristão não representa nenhum efeito, teorias afirma que provém aos Vikings outros normandos, alguns ao Cristianismo fazendo referencia ao Judas Iscariotes que segundo uns era o decimo terceiro homem a mesa da ultima ceia entretanto não há indícios que podemos firmar uma versão para o suposto dia "13 azarado".
Todavia nós Cristãos salvos em Cristo Jesus, começamos qualquer dia em detrimento se for 13,14,30,31 de joelhos (Sl 5.3) e não com o pé direito com receio caso for o esquerdo. Portanto caro internauta , não crie fabulas enganadoras sobre o dia 13, não invente mecanismos, não existe praga do dia 13, supostos azar, o que é existe é pessoas que tem vida e compromisso com a Palavra de Deus e outras não querem compromisso com sua Palavra, pois sabemos que somente a Palavra de Deus é verdadeira desde os principios (Sl 119.160)






postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...