terça-feira, 26 de outubro de 2010

A Famosa "Benção de Toronto" O Inicio

Diante de algumas fontes, tanto em termos de pesquisa, gostaria de expor nesse artigo e discorrer sobre “benção de Toronto” no seu inicio e como finalizou , haja vista que em tempos atuais vemos uma certa semelhança, onde muitos tem dado ouvidos a espíritos enganadores, doutrinas de demônios (1 Tm 4.1) falsos mestres e falsos profetas deixando o legado do Senhor de lado, não fazendo pratica dos princípios Bíblicos e Santo da Parte do Senhor nosso Deus.

O Inicio

No início de 1994 o mundo evangélico ficou agitado com as notícias de que um avivamento irrompera em uma das Igrejas do Vineyard Fellowship ("Comunhão da Videira") em Toronto. Tratava-se da Toronto Airport Vineyard Fellowship ("Comunhão da Videira do Aeroporto de Toronto"), pastoreada pelo pastor John Arnott e sua esposa Carol, também pastora. Evangélicos aos milhares, especialmente pastores (segundo Arnott, mais de 30.000 pastores e líderes) vieram de várias partes do mundo para a Igreja do Aeroporto, para ver e receber a "bênção de Toronto", como ficou conhecido o movimento.

A antes desconhecida "Comunhão da Videira do Aeroporto de Toronto" começou a se tornar famosa quando John Arnott veio ser seu pastor. Arnott se converteu ainda adolescente numa cruzada de Billy Graham em 1955 no Canadá, e filiou-se a uma igreja Batista. Segundo suas próprias palavras, aprendeu com as igrejas Pentecostais de Toronto que "havia mais" do que era ensinado pela Igreja Batista.(1) Tornou-se membro de uma igreja Pentecostal, e posteriormente entrou no ministério na área de Toronto, em 1981. Casou-se com Carol, que também foi ordenada como pastora. Em 1993 começaram a pastorear a "Comunhão da Videira do Aeroporto de Toronto". O ministério de John Arnott e sua esposa era típico dos pastores de igrejas da "Terceira Onda": cura interior, batalha espiritual, libertação, expulsão de demônios, etc. Várias pessoas tiveram influência decisiva na vida e na formação teológica de Arnott. Ele reconhece entre elas a famosa Kathryn Kuhlman, o renomado "pastor" carismático Benny Hinn e, naturalmente, John Wimber.

Em 1992 John e Carol Arnott foram a uma conferência de Benny Hinn em Toronto. Ambos se sentiam exaustos e secos no ministério. Sairam da conferência com o propósito de buscar da parte de Deus a "unção" que viram em Hinn (que nas conferências de Benny Hinn se manifesta especialmente pelas pessoas "cairem no Espírito"). Em Novembro de 1993, o casal Arnott foi à Argentina, conhecer o "avivamento" que estava acontecendo através de Claudio Freidzon, um líder das Assembléias de Deus naquele país. Numa das reuniões, John e Carol foram à frente, e Freidzon orou por eles. John caiu no chão. Quando se levantou, Freidzon lhe perguntou: "Você quer a unção?" John respondeu, "Quero, sim, quero de verdade". "Então, aqui está ela, receba-a", disse Freidzon, batendo com sua mão espalmada na mão aberta de John. E segundo John relata, naquele momento Deus lhe falou dizendo: "O que você está esperando? Por favor, receba-a, é sua!". E então ele recebeu a "unção" pela fé.

Em Janeiro de 1994 John Arnott convidou Randy Clark, seu amigo e pastor de uma outra igreja Vineyard em Saint Louis, Missouri, nos Estados Unidos, para uma série de conferências. Ouçamos o testemunho do próprio Arnott sobre o que aconteceu:

No dia 20 de Janeiro de 1994 a bênção do Pai caiu sobre as cento e vinte pessoas que estavam presentes para o culto naquela quinta-feira à noite em nossa Igreja. Randy deu seu testemunho, e o período de ministério começou [o pastor e obreiros oram com imposição de mãos sobre os que vieram à frente em resposta ao apelo]. As pessoas caíram pelo chão debaixo do poder do Espírito, rindo e chorando. Tivemos que empilhar as cadeiras para termos espaço para todos. Alguns tiveram mesmo que ser carregados para fora.

Os cultos , como eram ? 

A ordem do culto é muito simples, e foi a mesma nos dois cultos... Um período de louvor, que dura cerca de 45 minutos, seguido de avisos. Depois, testemunhos de pessoas que tem experimentado a "bênção". Depois, recolhe-se uma oferta, e segue-se a mensagem, em torno de 45 minutos. E depois vem o período de ministração, quando o pregador e os obreiros oram pelos que vêem à frente, querendo oração. Geralmente os músicos estão tocando, e os obreiros oram com imposição de mãos pelas pessoas, das quais a maioria "cai" para trás, e são aparadas imediatamente pelos "apanhadores". É durante este período enquanto estão deitadas no chão - que eles chamam de "descansar no Espírito" - que recebem visões, ouvem vozes (a voz de Deus, para eles), ou recebem uma "palavra de revelação".

No culto da manhã, pessoas começavam a falar em línguas. Outras pessoas simplesmente ficavam paradas, com as mãos estendidas para o alto. Uma mulher africana a frente começou a tremer incontrolavelmente, e finalmente abriu os braços como se fosse um pássaro gigantesco, e começou a emitir sons como se fosse uma águia. Vários gritos soaram de outra parte do auditório. Uma mulher gritou: "Cantem na minha casa como crianças, diz o Senhor". Ela repetiu esta "profecia" duas ou três vezes. O guitarrista balbuciava, e logo as pessoas se juntaram a ele, produzindo um balbuciar conjunto, não muito alto. Gradualmente o som foi diminuindo, até que finalmente cessou.

O período de louvor à noite não foi diferente, com as mesmas manifestações: gritos, tremores, gesticulação estranha. Mas desta feita, foi seguido de um período de "ministério de cura". O dirigente profetizou que havia alguém no auditório que tinha um tumor, e que o Senhor estava revelando que queria curar aquela pessoa, que ela viesse à frente. Um bom grupo foi à frente, enquanto o guitarrista mantinha um ambiente elétrico e tenso variando em uma única nota da guitarra. A equipe de obreiros veio a frente, e os "apanhadores" se posicionaram atrás das pessoas. Quando a oração pela cura começou, vários caíram, outros começaram a gritar e a tremer. No auditório as pessoas levantavam as mãos, muitas pareciam em transe (como uma mulher ao meu lado). Uma mulher descalça corria e dançava no corredor lateral do local, com um véu branco na mão. A impressão geral que tive foi aquela referida pelo apóstolo Paulo, que se entrasse indoutos no culto dos Coríntios, diriam que estavam todos desequilibrados mental e emocionalmente! (1Co 14).

O que faz o movimento diferente do que acontecem nas demais igrejas carismáticas do mundo é que ele afirma que Deus os tem visitado com um avivamento em que a presença do Pai torna-se tão intensa, e seu amor tão claramente revelado, que as pessoas são enchidas pela alegria do Espírito Santo, e reagem com gargalhadas, risos incontroláveis, chegando a cair no chão, a rolar de rir. Outras reações físicas mais conhecidas, como "cair no Espírito", tremores, gritos, etc. também estão presentes. Mas é a "gargalhada santa" que tem se tornado a principal característica deste movimento, apesar de que seus líderes sempre procuram dizer que o mais importante é a presença de Deus e as vidas transformadas.


Estas são algumas fontes do que ocorria em Toronto, questionando-me como fica o que está em escrito em (1 Co 4.6) " Não Ultrapasseis o que Está Escrito" ... é bem verdade meus irmãos, que igrejas brasileiras tem imitados e feito semelhança , as mesmas risadas, o cai cai , agora é sapato de fogo, dente de fogo, gravata de fogo, e entre outras inúmeras aberrações contida neste século.
Continua ......











3 comentários:

  1. Nao vou deixar de colocar o meu nome. Me chamo Marcia. Minha pergunta em primeiro lugar, o irmao ja assistiu, participou de algum culto com o Pastor Randy? Onde e quando? Segundo o irmao ja veio a igreja de Toronto Airport Church, atualmente mudou de nome, Quando? Qual foi sua impressao?

    ResponderExcluir
  2. Olá prezada Marcia, a priori para isso exite videos na internet !
    Se queres defender esta aberração a faça mas lembre-se (1 Co 4.6) " Não Ultrapasseis o que Está Escrito".

    ResponderExcluir
  3. Moro nos USA e antes de vir p/ ca participei de varias conferencias com o Pastor Randy como interprete. sobre a igreja de Toronto e igrejas da mesma linha, sao as que mais crescem...nao pregam teologia da prosperidade. Enfim , so queria saber se escrevia de algo que viu e presenciou pessoalmente ou de algo que ouviu, viu na internet, leu,experimentou, etc....mas enfim ja tenho minha resposta. Obrigada.

    ResponderExcluir

postagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...